alimentacao-natural-para-pets

Alimentação natural para os pets vale a pena?

Cuidados Comments (0)

Durante muito tempo, a alimentação caseira para pets foi vista com algum receio. No entanto, cada vez mais tem se observado um crescimento no interesse por este tipo de alimentação, ao invés do uso das rações secas e industrializadas.

A dieta é algo fundamental para a saúde e qualidade de vida do seu pet. Além de nutritiva, a comida dada para o bicho precisa ser saborosa, atrativa e balanceada. Por essas razões, a alimentação caseira tem ganhado mais espaço. Contudo, antes de decidir adotá-la é preciso saber mais sobre como ela funciona e quais os cuidados fundamentais na hora do preparo.

O que é a alimentação caseira para pets?

Os pets têm um metabolismo muito diferente dos humanos. Por isso, qualquer mudança precisa ser gradual, conversada e consultada com o veterinário. Adotar a alimentação caseira pode ser uma alternativa interessante para o seu pet.

Como o próprio nome diz, a alimentação caseira é aquela preparada por você especialmente para o seu animal de estimação. Com o planejamento certo, indicado pelo médico-veterinário, é possível garantir todas as vitaminas e nutrientes que o seu bicho precisa.

Cuidados essenciais

Antes de criar qualquer ideia errada, é preciso deixar bem claro que a alimentação caseira NÃO significa dar os restos de comida para o seu pet. Da mesma forma, não adianta apenas preparar arroz, frango e cenoura ou aqueles famosos misturados, onde se coloca de tudo um pouco numa panela.

A alimentação caseira para pets requer cuidados fundamentais para garantir a saúde do seu companheiro. Veja alguns pontos que precisam ser considerados para adotar esta ideia.

  • A proporção recomendada para os cães, deve ser indicada pelo veterinário do seu pet, pois filhotes, cães idosos, ou que gastam muita energia, precisam de um tipo específico de dieta. Mas uma dieta balanceada deve conter proteína animal, gorduras saudáveis, carboidratos (fibras), vitaminas e minerais, além dos legumes, verduras.
  • Prefira proteínas magras e caso seu pet não tenha problema alérgico, você pode alternar entre elas, carne bovina, suína, cordeiro, coelho, peixe.
  • Utilize também uma pequena quantidade de vísceras, como fígado, moela, baço, elas são uma importante fonte de proteína.
  • Evite alimentos que são bons para nós mas não são recomendados para o seu pet, como alho em excesso, cebola, ossos cozidos, frituras, biscoitos.
  • Para que o seu pet se alimente bem, é preciso ter disciplina e organização. Prepare pequenas porções de comida e garanta espaço na geladeira. Como a dieta caseira não leva nenhum tipo de conservante, o prazo de validade é menor. Então, se quiser guardar por mais tempo opte por armazenar no freezer.

Benefícios da alimentação caseira para pets

Além de ser mais saborosa, muitos problemas comuns nos pets podem ser resolvidos com uma mudança na dieta. A alimentação caseira apresenta alguns benefícios relevantes para o bicho. Ela tem sete vezes mais água do que a ração seca. Isso significa maior proteção para o sistema urinário e rins do pet.

Alguns problemas na pelagem são resolvidos, uma vez que eles ficam mais resistentes a doenças.

A digestão do animal também funciona melhor com a alimentação caseira, o que resulta num aproveitamento melhor dos alimentos pelo organismo. Manutenção do peso e fezes mais secas e com menos odor são outros benefícios desse tipo de alimentação.

Uma comida fresquinha, balanceada e nutritiva feita pelo dono com todo o carinho significa mais saúde e disposição para se alimentar bem. Com este tipo de alimentação, provavelmente você não vai mais precisar fingir que está comendo para convencer o seu pet de estimação a se alimentar.

Agora que você já sabe mais sobre o tema, não deixe de conversar com o veterinário do seu pet para tirar todas as dúvidas. E descubra mais dicas e conteúdos exclusivos no blog da FOXVET

 

Pin It

» Cuidados » Alimentação natural para os pets...
Em 1 de março de 2017
By
,

« »