Entenda o que é a FELV e como lidar com um felino que possui o vírus

Cuidados, Novidades Comments (0)

Os gatos são animais que gostam de ter independência e nem todos os tutores conseguem manter seus felinos dentro de casa. Gatos que se aventuram pelas ruas, estão sujeitos a contraírem doenças graves, como a FELV.

O que é FELV?

A FELV (Feline Leukemia Virus – literalmente, significa vírus da leucemia felina), é uma doença causada por um vírus, popularmente conhecida como leucemia em gatos. Esse vírus, afeta exclusivamente os felinos e seus efeitos são muito parecidos com a leucemia em humanos, provocando imunossupressão e é associada ao linfoma, ou seja, é um tipo de câncer que pode levar o pequeno animal de estimação ao óbito.

A FELV é considerada uma das doenças mais graves que podem afetar os gatos e é uma das doenças mais comuns que acometem os felinos.

Como a FELV é transmitida?

O vírus que causa a FELV é transmitido por meio do contato de um gato infectado com um gato saudável através da saliva, urina, fezes, sangue ou leite. Ou seja, a transmissão é extremamente fácil e ocorre ao compartilhar alimentos e bebedouros, caixas de areia, acasalamento, gestação, amamentação, brigas, entre outros.

É importante lembrar que a FELV não é transmitida para humanos e nem para outros animais, incluindo o cachorro.

Sintomas da FELVCada gato responde à doença de forma diferente, há os que não sofrem com sintomas e são autoimunes e há os que adoecem e apresentam sintomas diversos, os mais comuns são:

  • Perda de peso repentina;
  • Anemia;
  • Apatia;
  • Problemas respiratórios;
  • Estomatites;
  • Febre;
  • Anorexia;

Esses sintomas costumam aparecer no momento em que a doença já está avançada, portanto, ao observar a menor alteração no comportamento de seu gato, agende imediatamente uma consulta com um veterinário de confiança, para que possa obter um diagnóstico preciso e iniciar o tratamento o mais rápido possível.

Como lidar com um felino que possui a FELV?

Infelizmente, é uma doença que não tem cura, mas pode ser tratada e amenizada para prolongar a vida do gato.

Com o tratamento, a saúde do felino irá apresentar melhoras significativas, porém, o gato deverá ficar totalmente isolado de outros felinos para evitar a transmissão.

O gato com FELV positivo deverá ser mantido em casa e nunca mais poderá passear pelas ruas livremente, e caso o tutor tenha mais de um gato de estimação, é importante que todos os gatos façam exames para ter certeza se também possuem ou não a doença.

É fundamental que o gato infectado tenha seu próprio pratinho, bebedouro e caixa de areia, e caso tenha mais gatos em casa, mantenha-o isolado dos demais. Coloque proteção em janelas, portas e muros para impedir que eles fujam.

A castração é essencial para evitar outros problemas de saúde e para manter o gato mais calmo, dócil e suprimir o instinto de fugir.
É importante manter a alimentação apenas com ração de qualidade, evite dar ovos, carne crua e leite, pois podem causar efeitos colaterais.
Manter as consultas veterinárias e o tratamento à risca é fundamental para que o gato tenha uma vida longa e com qualidade.

E o mais importante, dê muito amor e carinho.

Vale ressaltar que a taxa da doença é muito alta no Brasil. Todos os gatos, mesmo assintomáticos, devem ser testados. Vamos cuidar dos nossos felinos!

Pin It

» Cuidados, Novidades » Entenda o que é a...
Em
By

« »