01db81c2-087e-4d83-8cf1-3bf023ba82ac

Cuidados durante transportes nas viagens de férias

Cuidados Comments (0)

Sejam férias, feriados ou um fim de semana de passeio, o transporte de pets requer cuidados especiais. Em época de férias, a família toda costuma viajar e não podem deixar seus cães ou gatos em casa sem ninguém para cuidar, sendo necessário levá-los juntos na viagem.

Antes de viajar é fundamental conhecer todos os cuidados que são necessários para que seu pet fique seguro e confortável.

 

Diferença entre gatos e cachorros

Os gatos costumam se adaptar a caixas de transporte, pois se sentem confortáveis e ambientes fechados e isolados. Já os cães costumam ficar irritados e agitados por não gostarem de ambientes fechados como uma caixa transportadora.

Caixa de transporte

Transportar animais sem caixa de transporte é proibido por lei e pode ocasionar multas, porém o mais importante é a segurança de seu pet. Dirigir exige atenção, e o motorista não deve dirigir preocupado com a situação de seu cachorro ou gato, por esse motivo é preciso que estejam devidamente acomodados, pois em caso de acidente ou frenagem brusca seu pet estará protegido. Mesmo que o cão fique irritado com o confinamento, é essencial que não abra mão dessa segurança. Procure a caixa ideal para seu tipo e tamanho de pet com aberturas e bem ventilada, e com o máximo de conforto. Importante também é manter a caixa bem fixa no banco do carro.

Certifique-se de que o tamanho seja o ideal, não pode ser nem muito pequena e nem muito grande, precisa ser do tamanho adequado do cachorro ou gato de forma que fiquem confortáveis.

Para os animais de pequeno porte de no máximo 10 kg, é possível transportá-los em bolsas ou cadeirinhas especiais e específicas para esse tipo de transporte. A maioria possui cintos internos para serem anexados ao banco para garantir a segurança e conforto.

Cinto de Segurança

Como os cães possuem dificuldades de se adaptar a caixas de transporte, existe a opção do cinto de segurança especial para cachorros de qualquer porte, mas com preferência para os de grande porte. Onde eles ficam sentados no banco traseiro, mas presos pelo cinto de segurança que prende o cão pelo peitoral. Normalmente os cintos são adaptáveis para qualquer tipo de veículo e são ergonômicos mantendo o conforto. Petshops possuem algumas boas opções.

Paradas

Se a viagem é longa, parar a cada duas horas é importante para que seu pet possa fazer suas necessidades, tome água e alongue as patas.

Alimentação

Uma questão importante é não alimentar seu animal de estimação pelo menos três horas antes da viagem, isso evita o enjoo durante o deslocamento. Isso também ajudará a diminuir a necessidade de defecar durante a viagem, mas lembre-se de alimentá-los bem ao chegar ao destino final.

Existem remédios especiais que garantem que a viagem seja tranqüila para seu pet, mas é extremamente importante que todo remédio seja prescrito por um veterinário, portanto antes de viajar leve seu pet à uma clínica veterinária para saber qual a melhor opção.

Avião

Viagem aérea é mais delicada. Todas as regras de transporte terrestres citadas acima valem para o transporte aéreo, porém, há outros cuidados específicos.

Antes de viajar, consulte um veterinário para avaliar as condições de seu pet para saber se está apto a viajar. Informe-se sobre as regras para transporte de animais pela companhia aérea e siga à risca, separe toda a documentação necessária e carteirinha de vacinação e certifique-se que as vacinas estejam em dia. Bolsas ou caixas de transporte bem ventiladas e no tamanho certo são importantes e faça com que seu pet fique o mais confortável possível dentro da caixa.

Se o animal é de pequeno porte, é possível viajar com ele junto como bagagem de mão, mas se o porte é maior, será necessário o transporte no bagageiro, mas não é preciso preocupação, pois as companhias aéreas possuem todo o suporte necessário para transportar pets.

Na viagem com o pet em mãos, ele deve ficar o tempo todo dentro da caixa forrada com tapete higiênico e bem ventilado, e deve caber embaixo do assento para maior segurança. É proibido levar o animal no colo ou no assento do lado. A higiene do animal é regra obrigatória, lembre-se de antes da viagem estar com o cão ou gato devidamente higienizado para o bom convívio com outros passageiros. Se o cachorro é muito agitado, costuma latir ou uivar muito, a recomendação é transportá-lo no compartimento de carga.

Sejam no carro ou no avião, os cuidados que deve tomar com o seu cão ou gato é essencial para garantir uma viagem tranqüila tanto para os pets quanto para a família. Sigam à risca todas as recomendações e cuidados para que não aconteça nenhum transtorno e a viagem seja realmente proveitosa.

Pin It

» Cuidados » Cuidados durante transportes nas viagens...
Em 31 de julho de 2019
By
, , , , , , , , , ,

« »