Pequenos-cuidados-com-a-rotina-de-alimentacao

Pequenos cuidados com a rotina de alimentação

Cuidados Comments (0)

Como você cuida da alimentação do seu pet? Essa atenção vai além da compra de boas rações, pois é preciso muito mais do que escolher a marca certa. Funciona como você, que provavelmente leva uma rotina saudável, escolhendo a hora certa para comer, a quantidade ideal para manter seu peso e buscando as vitaminas e nutrientes positivos para a sua saúde.

Essa falta de preocupação ou conhecimento faz com que a saúde do animal também seja comprometida. Quando essa desatenção se torna constante, seu pet pode adoecer ou até mesmo desenvolver problemas mais sérios como doenças articulares, cardíacas e obesidade, doença crescente em veterinária que causa a redução de 1 ano de vida do animal.

Então, vamos corrigir os cuidados com alimentação de seu bichinho? Para isso, basta apenas seguir as dicas do post:

Não misture comida e ração

As rações para os pets são, por si só, suficientes para seus animais. Elas oferecem a nutrição necessária que o seu animal precisa para manter uma dieta saudável e nutritiva. Quando você mistura com a comida caseira, eleva o potencial calórico da refeição, além de levar mais gordura desnecessária para o organismo do bichinho.

O ideal é alimenta-lo apenas com ração, ainda que para você ela não pareça saborosa. Dessa forma o animal recebe uma dieta balanceada para sua espécie, raça e fase da vida.

Evite porções além do indicado

Assim como você, o seu animal deve ter uma porção correta em cada refeição e em horários estabelecidos. Um dos erros mais observados na alimentação dos pets é o exagero de porções ou o hábito de deixar o comedouro o dia inteiro cheio de ração. Ela fica exposta, perdendo seu cheiro e palatabilidade, e o pet perde o interesse pelo alimento.

Você deve seguir a indicação do veterinário ou do fabricante da ração através da tabela encontrada no pacote. Sirva apenas a medida certa, mesmo que seu pet peça mais. Aprenda a diferenciar fome de gula.

Petiscos dados da forma errada se tornam um problema na alimentação

Os petiscos podem ser comparados aos lanchinhos que temos durante o dia para disfarçar a fome. Quando você não observa que tipo de snack dá para seu animal, pode fazê-lo ingerir substâncias nada favoráveis para o organismo dele, como corantes, cafeína, açúcar e muitos outros.

O ideal é seguir a recomendação do veterinário. Além disso, evitar dar muitos petiscos, pois eles foram feitos para servir apenas como recompensas ou “lanchinhos” para o animal. Uma boa dica é estipular momentos específicos para  dar o presente ao bichano.

Dar doces e outras guloseimas que não são para animais

Hoje já existem chocolates, balas, bolos e muitas outras guloseimas próprias para animais. Elas são produzidas dentro dos principais cuidados com a alimentação do pet. Ainda assim é comum você ver donos dando bolachas doces, pedaços de chocolates, café e até mesmo refrigerante porque o animal está “pedindo”.

Então, por mais que seu animal faça aquela carinha de dengo tão difícil de resistir, nunca dê um pedaço da sua guloseima para ele. Você pode usar esse momento mudando o foco da atenção para uma brincadeira e carinhos. Você irá perceber como ele ficará ainda mais satisfeito, e a saúde dele agradece.


Você segue as dicas acima? Lembre-se sempre que os cuidados com a alimentação do seu pet merecem sua atenção constante. E se você tem mais dicas ou dúvidas, deixe seu comentário!

Pin It

» Cuidados » Pequenos cuidados com a rotina...
Em 5 de agosto de 2016
By
,

« »