Vias aéreas ressecadas

Cuidados Comments (0)

O inverno costuma ser um período com pouca chuva e a umidade do ar cai e permanece por um longo período. O tempo de seca afeta a saúde, não só das pessoas, mas também dos cães e gatos.

Os problemas respiratórios nos pets aumentam 60% com a baixa umidade do ar. Em casos mais graves, os animais podem precisar de inalação para aliviar os sintomas.

Assim como nas pessoas, os pets costumam apresentar sintomas como, a coceira nos olhos, olhos vermelhos, boca seca, cansaço, dificuldade para respirar e desidratação. Portanto é importante estar sempre atento a esses sintomas no seu pet durante o inverno.

Animais com focinho achatados como pug, buldogues, gato persa, Shih Tzu já apresentam certa dificuldade de respirar naturalmente, e isso pode agravar qualquer problema respiratório, portanto, são necessários maiores cuidados com essas raças. Também é preciso ter muita atenção com os filhotes, pois podem sofrer mais e ter os problemas agravados.

As doenças como a bronco traqueite em cães ou traqueobronquite, conhecida como “Tose dos Canis”, e rinotraqueite felina são doenças graves, que se não forem tratadas corretamente pode causar pneumonia e até mesmo levar seu pet a óbito.

A Tosse dos Canis é uma síndrome respiratória causada por vírus ou bactéria e costuma ocorrer com maior intensidade no inverno e os sintomas são parecidos com o da gripe humana podendo ser transmitida dos animais para as pessoas. É altamente contagiosa. Por esses motivos é importante diagnosticar e tratar rapidamente logo que o pet apresente os sintomas. Leve imediatamente ao veterinário para o diagnóstico correto e início do melhor tratamento a ser aplicado para o cão.

O tratamento varia de acordo com o estágio da doença. Nos casos mais leves, os sintomas podem desaparecer sozinhos em alguns dias até três semanas. Porém, não é recomendado ficar esperando curar sozinho, levar ao veterinário é essencial. Nos casos mais graves tem a necessidade do uso de medicamentos como antibióticos, corticosteróides, mucolíticos, broncodilatadores ou antitussígenos.

É fundamental evitar ao máximo chegar ao ponto extremo de alguma doença respiratória, onde não se pode mais obter resultados com o tratamento, por isso é importante amenizar os efeitos do clima frio do inverno.

1 – Alimentos de qualidade são fundamentais, certifique-se que seu pet está sempre muito bem alimentado.
2 – Hidrate seu animal de estimação, estimule e ofereça água em abundância. Troque água várias vezes ao dia.
3 – Deixe umidificadores, bacias com água e toalhas molhadas próximos ao local de descanso do seu pet.
4 – Limpe os olhos de seu pet com soro fisiológico com frequência para evitar o ressecamento.
5 – Evite levar para passear ou fazer atividades físicas entre 10h e 16h para evitar a desidratação.
6 – Utilize produtos específicos para seu pet para hidratar a pele e vias aéreas, consulte o veterinário para saber qual o produto ideal para seu tipo e raça de pet.
7 – Em dias mais secos é importante fazer a inalação usando soro fisiológico para umedecer as vias aéreas, porém, consulte um veterinário para saber a melhor maneira de fazer isso.
8 – Mantenha a vacinação contra gripe em dia, é uma das questões mais importantes.
9 – Fique sempre atento aos sinais que indicam ressecamento das vias aéreas de seu pet como tosse, secreção nasal e ocular ou qualquer dificuldade na respiração.
10 – Consulte o veterinário regularmente, mesmo que seu pet não apresente nenhum sintoma é importante levá-lo para uma avaliação preventiva.

Seguindo essas orientações, o período de inverno vai passar com tranquilidade com menos risco de seu pet apresentar problemas devido ao tempo seco.

Pin It

» Cuidados » Vias aéreas ressecadas
Em
By

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »